Connect with us

Hi, what are you looking for?

Futebol Fanático
Daniel Vorley/AGIF

Sul-Americana

São Paulo, me ajuda a te ajudar

Tricolor acumula duas eliminações vexatórias em competições continentais em 2020

Mais uma eliminação precoce do São Paulo. Pelo visto, o “Dinizismo” vai acabar em breve, já que o clube paulista deixa uma competição continental mais uma vez de forma vexatória.

Leia mais: Veja onde assistir as partidas do seu clube nas oitavas de finais da Libertadores

Não, eu não estou dizendo que não foi mérito dos adversários que o Tricolor enfrentou aqui, porque foram vitórias justas, tanto dos equatorianos quanto dos argentinos.

Quer mais opinião? Siga nosso Twitter!

Libertadores vergonhosa

Na Libertadores, o São Paulo teve sua decaída após enfrentar a LDU, na 4° rodada da fase de grupos. No Morumbi, foi uma vitória fácil por 3 x 0, mas no Equador a história foi totalmente diferente.

Desfilando em campo, a Liga de Quito fez o que quis contra os paulistas e os derrotaram com superioridade por 4 x 2. Este resultado obrigou o Tricolor a vencer nada mais nada menos que o River Plate na Argentina. Venceu? Claro que não! E a eliminação veio.

Jogadores do River Plate comemoram na Argentina. Foto: CONMEBOL

Lutou, mas caiu na Sul-Americana

Menos mal, se classificou à segunda fase da Copa Sul-Americana, por ter ficado na terceira colocação. No sorteio, um adversário difícil veio diante do São Paulo: o Lanús, vice-campeão da Libertadores em 2017.

Na primeira partida, José Sand teve soberania diante do Soberano. Aos 40 anos (exatamente, 40 anos), o atacante argentino marcou duas vezes e, apesar de ver Brenner empatar no fim do jogo, uma falha de atenção deixou Quignón livre para marcar o terceiro.

São Paulo
Jogadores do São Paulo reunidos antes da bola rolar. Foto: CONMEBOL

A volta foi no Morumbi. Precisando do resultado, o Tricolor foi para cima, mas novamente uma falha faria com que o pesadelo começasse. Tchê Tchê recuou mal e De La Vega abriu o marcador. Daniel Alves conseguiu o empate, mas no fim da primeira etapa Aguirre recolocou os argentinos na frente.

No segundo tempo, o tricolor precisava – e muito – mostrar resiliência, partindo mais uma vez para o ataque. Pablo marcou para o Tricolor, empatando mais uma vez o confronto.

A equipe se manteve bem, apesar de perder chances de ouro. Entretanto, a sorte parecia estar do lado Tricolor, pois Thaller mandou contra a própria meta. Mais um gol era preciso e ele veio. Gabriel Sara subiu mais alto que a marcação e marcou o que seria o gol da classificação paulista.

Reinaldo e De la Vega disputam a bola. Foto: CONMEBOL

Mas como diria o velho ditado “o jogo só acaba quando termina”, a sorte parecia ter virado mais uma vez de lado. Desatenção da zaga do clube paulista e gol do Lanús.

Vitória do São Paulo, mas eliminação precoce também na Sul-Americana.

Agora apenas nos resta aguardar. Será que Fernando Diniz resiste a mais um vexame em competição continental?

Últimas

Liga dos Campeões da CONCACAF

Competição mais importante das Américas do Norte e Central começa já nesta terça-feira (6)

Champions League

Saiba todas as informações dos jogos das quartas de finais da competição

Libertadores

Equipes brasileiras começarão a decidir sua vida na competição continental nesta terça-feira

Libertadores

Todas as equipes conheceram, enfim, seu destino no torneio continental

Veja mais

Eurocopa

Jovem marcou gol aos 47 minutos do segundo tempo dando a vitória à Hungria

Libertadores

Equipes brasileiras conhecem seus adversários e teremos confrontos muito interessantes

Copa do Brasil

Clássico nacional será o destaque das quartas da competição