Connect with us

Hi, what are you looking for?

Divulgação/Twitter

Libertadores

Palmeiras atropela River na Argentina e sai com vantagem na semifinal da Libertadores

Equipe brasileira não se intimidou com argentinos e venceu o confronto por três a zero

River Plate e Palmeiras se enfrentaram nesta terça-feira (5) pelo jogo de ida das semifinais da Libertadores. Em pleno Monumental de Núñez, os brasileiros não se intimidaram e venceram a equipe anfitriã por 3 a 0.

Agora, o Verdão tem vantagem na partida da volta, que acontece já na próxima terça-feira (12), no Allianz Parque.

PRIMEIRO TEMPO

O início de jogo foi insano. Primeiro, Marcos Rocha lançou e Luiz Adriano cabeceou nas mãos de Armani. Logo na sequência, o River respondeu com Borré. Matías Suárez fez a jogada pela esquerda, tocando para o colombiano, que mandou por cima.

Os argentinos chegariam novamente com perigo, quando Carrascal recebeu cruzamento na grande área, mas Weverton fez grande defesa para salvar o Palmeiras.

A partir daí, o confronto segui do mesmo jeito. Ambas equipes criavam, mas não conseguiam estufar as redes adversárias. Borré recebeu belo cruzamento de Montiel, mas acabou pegando mal na bola e mandou para fora.

E quem diria que o gol do Palmeiras sairia de uma falha defensiva? Mais precisamente de Armani. Patrick de Paula lançou Gabriel Menino na direita, que fez o cruzamento na área. O goleiro saiu errado e viu a bola chegar até Rony, que bateu forte abrindo o placar.

Os argentinos se jogaram para cima na busca do empate. Com isso, deram espaços para os brasileiros que até chegaram a marcar o segundo, mas Luiz Adriano estava em posição irregular antes de cruzar para Gustavo Scarpa marcar. Na sequência, Rony assustou em mais um ataque palmeirense.

O River seguia pressionando e Matías Suárez teve a chance de empatar, mas não aproveitou o cruzamento de Carrascal e mandou para fora. Ignacio Fernández ainda cobrou uma falta no travessão, mas Los Millonarios não conseguiram empatar o confronto na primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa teve mais empolgação do que o começo da primeira. Rony já havia sido travado após bela arrancada. Logo na sequência, Danilo tocou para Luiz Adriano que girou para cima de Rojas e saiu em disparada. O camisa 10 apenas tocou entre as pernas de Armani, ampliando o placar.

A equipe argentina tinha que ir ao ataque e foi isso que fez. Borré recebeu cruzamento na área, mas Weverton mandou para escanteio. A bola foi levantada, De La Cruz desviou e Carrascal quase descontou.

O Palmeiras pressionava seus oponentes no campo de ataque. Danilo roubou a bola e rolou para Patrick de Paula que chutou forte para linda defesa de Armani. No rebote, Rony foi travado e não conseguiu finalizar.

Como se não pudesse piorar, Carrascal foi expulso por falta dura em Gabriel Menino. Na cobrança, Gustavo Scarpa mandou na cabeça de Viña que escorou para o fundo das redes e abria três de vantagem.

O River Plate se perdeu dentro de campo. Errava muitos passes e não conseguia furar a barreira erguida pelos brasileiros que apenas administravam o confronto.

As trocas de Marcelo Gallardo não surtiam efeito e cada vez mais a equipe argentina se via ameaçada pelos brasileiros dentro de seus domínios.

Assim, nada mais foi feito. O Palmeiras garantiu uma vitória maiúscula longe do Brasil e traz consigo uma vantagem enorme para avançar à grande final da Libertadores.

Written By

Trabalho com esports, mas sou fanático por futebol. Aqui, dou meus pitacos e conto algumas histórias sobre o mundo da bola.

Veja mais

Libertadores

Equipes brasileiras conhecem seus adversários e teremos confrontos muito interessantes

Eurocopa

Jovem marcou gol aos 47 minutos do segundo tempo dando a vitória à Hungria

Liga dos Campeões da CONCACAF

Equipe mexicana não tomou conhecimento dos hondurenhos e venceu por 3 x 0

Champions League

Competição tem grupos embolados e tudo ficou para a última rodada